Dra. Lia Alves Schinetski, PHD

Retração da gengiva: como solucionar?

A gengiva é responsável pelo revestimento e proteção dos tecidos que sustentam os dentes na boca. Mas também tem uma importância estética, pois a presença de um contorno gengival regular e contínuo contribui significativamente para a composição de um sorriso agradável e harmonioso.

 

Contorno gengival adequado

 

 

 

Mesmo as pessoas que mantêm uma boa higiene oral podem apresentar  alterações gengivais. Uma das mais comuns é a retração gengival. Essa alteração é caracterizada pelo deslocamento da margem da gengiva em direção a ponta da raiz do dente, provocando a exposição da raiz dentária. E na maioria das vezes isso causa uma incômoda sensibilidade!

 

Retração da gengiva em incisivo inferior

 

 

Outros problemas que podem ser causados pela retração:

 

  • Maior risco de cárie

 

  • Inflamação gengival (pois essa região fica exposta e sensível, dificultando a higiene)

 

  • Prejuízos estéticos (a região mais escura do dente começa a aparecer no sorriso)

 

 

Qual é a causa da retração da gengiva?

 

Geralmente a causa é multifatorial, é uma combinação de alguns problemas. A anatomia do osso é preponderante. Quando a pessoa tem um osso muito fino ao redor dos dentes, ou mesmo com defeitos anatômicos, é mais provável que aconteça a retração. Outros fatores que podem estar associados: tipo gengival fino, pouca quantidade de tecido queratinizado e má posição dentária.

 

 

 

 

Fatores como escovação com muita força, movimentação ortodôntica, próteses fixas mal adaptadas e alterações na mordida são considerados fatores desencadeantes. Além disso, quando a pessoa tem bruxismo do sono ou bruxismo diurno (hábito de apertar, encostar dentes, morder lábios, etc) as retrações gengivais se agravam muito. Saiba mais sobre bruxismo clicando aqui.

 

Escovação traumática ocasiona retração da gengiva

 

Outra importante causa da retração gengival é a periodontite, uma infecção que acomete o tecido de suporte do dente causando reabsorção óssea e consequente perda óssea.

 

 

O que fazer para solucionar a retração da gengiva?

 

O tratamento ideal para cada caso deve ser avaliado pelo dentista. Em algumas situações é possível solucionar a sensibilidade por meio da aplicação de resina nos dentes, para recobrir a raiz que ficou exposta.

 

Em outros casos é recomendável a cirurgia plástica gengival para recobrimento radicular e correção do defeito. Existem diversas técnicas cirúrgicas com esse objetivo. Algumas delas visam apenas reposicionar o tecido gengival sobre a raiz exposta, outras associam um enxerto de tecido conjuntivo ou um biomaterial sintético para cobrir o defeito gengival e favorecer a formação de uma gengiva mais espessa (grossa e resistente) na região. O periodontista definirá qual técnica é mais indicada para cada caso. Saiba mais sobre cirurgias gengivais clicando aqui.

 

Cirurgia de recobrimento radicular para retração da gengiva

 

 

Passos para realização da cirurgia de recobrimento radicular:

 

Anamnese: Na primeira consulta é fundamental que o profissional entenda as queixas do paciente e obtenha informações sobre o estado de saúde geral do mesmo, para que o tratamento seja realizado de forma segura.

 

Exame clínico: O periodontista vai identificar e tratar os fatores que estão causando a retração para evitar reicidivas.

 

 

Pós-operatório das cirurgias de recobrimento radicular:

 

O pós-operatório desse tipo de procedimento depende principalmente dos seguintes fatores:

 

  • Localização da região operada: cirurgias na região de dentes anteriores, por exemplo, exigem um cuidado pós operatório ainda maior para evitar a movimentação dos lábios comprometa o reposicionamento gengival;

 

  • Tamanho do defeito gengival e quantidade de dentes envolvidos: quanto maior a área cirúrgica maior o risco de complicações pós-operatórias e, dessa forma, maior o tempo de repouso necessário;

 

  • Necessidade de remoção de enxerto gengival de outra área: quando há necessidade de enxerto gengival, a área doadora é a gengiva do palato (céu da boca) devido as melhores características dessa região. Como duas regiões serão manipuladas, o cuidado pós-operatório também deverá ser maior.

 

De uma forma geral, por trata-se de uma cirurgia plástica na gengiva, são utilizados instrumentais delicados e especializados, diminuindo o trauma local e contribuindo para um pós-operatório mais confortável para os pacientes. Além disso, serão prescritas medicações pós-operatórias adequadas para cada caso e o paciente será orientado sobre os cuidados locais para evitar complicações.

 

 

É possível recobrir todo o defeito gengival sempre?

 

A quantidade de recobrimento também depende de alguns fatores como tamanho do defeito e quantidade de tecido ósseo nas faces proximais à retração (isso influencia a nutrição local do enxerto e o resultado do recobrimento)

 

 

Porque é importante tratar a retração gengival?

 

Os principais benefícios do recobrimento envolvem reconstrução da anatomia gengival adequada com consequente melhora estética, proteção da estrutura radicular (que, quando exposta, fica mais susceptível ao acúmulo de placa bacteriana e ao desenvolvimento de lesões de cárie) e redução da sensibilidade nos dentes. Além disso, as retrações gengivais, se não tratadas, tendem a evoluir e isso pode implicar em futura perda dentária. À medida que esses defeitos gengivais evoluem, pior o prognóstico, ou seja, mais difícil recobrir totalmente a raiz exposta.

Cuide da sua gengiva! Ela é a base, a proteção e o alicerce para um sorriso bonito e saudável!

 

 

Conheça a Dra. Rafaela Lantyer, a especialista em Periodontia da nossa clínica:

 

CROSP 103. 038

 

Graduada em Odontologia pela UNESP

Especialista em Periodontia pela USP

Especialista no Atendimento de Pacientes Especiais pela Faculdade de Medicina da USP

 

Dra. Rafaela Lantyer - Periodontista

Vamos agendar sua consulta?

 

Mande um whatsapp para (12) 98245-6101 ou ligue no telefone (12)3945-0395

 

 

    CONTEÚDO VIP
    Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

    Seu E-mail:


    , , , , , , , ,

    Comentários

    Nenhum comentário ainda

    Deixe um comentário

    (não será divulgado)